Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

RUMOS NOVOS - Católicas e Católicos LGBT (Portugal)

Ainda que sejamos provenientes de variadíssimos ambientes sociais, geográficos e culturais, partilhamos um elo comum: amamos a Deus e seguimos o Seu Filho Jesus Cristo. Devido a este elo único somos "um só em Cristo".

Cardeal Patriarca reconhece que Igreja Católica respondeu mal à teoria de Darwin

Num artigo publicado neste Domingo de Páscoa, no jornal Público (e que pode ser lido em ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx), dá-se destaque às palavras do Sr. Cardeal Patriarca, proferidas na sua homilia da Vigílila Pascal.

 

À alegria do Senhor ressuscitado que hoje celebramos, junta-se a alegria da Sua contínua intervenção junto de todos os homens, pois Ele está connosco até ao fim dos Tempos.

 

Na sua caminhada diária, mesmo na crítica, sempre procuramos a construção de pontes com a hierarquia católica, que conduzam a uma integral aceitação dos homossexuais católicos, nas suas diversas comunidades de fé.

 

Ora as afirmações do Sr. Cardeal Patriarca, deixam antever uma ligeira «abertura na porta». Quando diz que a Bíblia, e citamos, «É um texto simbólico, num género literário hoje conhecido e estudado; é uma revelação do sentido profundo da criação e da vida e não a narração do modo como as coisas aconteceram, perspectiva própria da ciência» (o sublinhado é nosso), está o Sr. Cardeal Patriarca a corroborar aquilo que sempre temos dito, quando muitos dos que persistem em se escudar na Bíblia para nos apontar o dedo e recusar-nos na comunidade de fiéis: a Bíblia não é uma narração do modo como as coisas aconteceram. É um texto simbólico.

 

Ao reconhecer que a narração do modo como as coisas acontecem é própria da ciência, lança o Sr. Cardeal Patriarca uma nova luz sobre a necessidade de mudança de algumas posições por parte da hierarquia, pois se à ciência cabe dizer como as coisas efectivamente se passam e se a ciência afirma que a homossexualidade não é uma doença, nem nenhum comportamento «intrínsecamente desordenado», logo é chegado o momento dessa mesma hierarquia iniciar uma caminhada de alteração de posição e de aceitação integral dos homossexuais católicos, pois, como afirmou também, «O Deus da Bíblia é um Deus amor, a intervir na história, a fazer Aliança, a estar sempre silenciosamente presente em todo o longo acontecer da vida»

 

Estamos certos que estas atitudes clarividentes serão o grão que, tendo caído à terra, mesmo em solo adverso, frutificará.

 

Ao celebrarmos a ressurreição de Cristo, damos graças por Ele contiuar no meio de nós e operar continuamente milagres no coração dos homens.