Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Associação RUMOS NOVOS - Católicas e Católicos LGBTQ (Portugal)

Somos católic@s LGBTQ que sentiram a necessidade de juntos fazerem comunhão, partilhando o trabalho e as reflexões das Sagradas Escrituras, caminhando em comunidade à descoberta de Deus revelado a tod@s por Jesus Cristo.

29 de Janeiro, 2019

O Cardeal Nichols preside a uma Missa de acolhimento a católic@s LGBT, pais e familiares

Rumos Novos - Católicas e Católicos LGBT (Portugal)

Cardeal.jpg

 

O cardeal Vincent Nichols, arcebispo de Westminster, presidiu pela segunda vez à Missa de acolhimento a católic@s LGBT, pais e familiares, na Festividade do Batismo do Senhor, no passado dia 13 de janeiro, na igreja jesuíta de Farm Street (Londres, Reino Unido). A igreja na zona de Mayfair, acolhe o conselho pastoral LGBT+ Catholics Westminster e as suas atividades pastorais de ajuda, conforme mandato do Cardeal.

 

Na sua homilia, o cardeal Vincent Nichols referiu-se à identidade radical que todos os cristãos têm através do seu batismo e que transcende todas as demais identidades. A comunidade que é a igreja, formada pela unidade batismal, encontra-se fundada no amor e este é vivido através de compromissos profundos de amizade, incluindo o casamento e a vida familiar.

 

Neste sentido, o cardeal fez-se eco da sua Carta Pastoral recente à Diocese de Westminster: Estar «em casa», no seu sentido óbvio, é estar no círculo no qual se nasceu, juntando as gerações das quais fazemos parte. Porém, «em casa» significa igualmente celebrar todo o amor e amizade que nos apoia. Inclui voltar a abraçar as escolhas de vidas importantes que fizemos, os deveres de fidelidade e, também, as suas graças... um momento para agradecer a Deus pela família, pelas famílias às quais pertencemos, sejam eles laços de carne e sangue, laços de amizade, ou laços criados por compromissos livremente assumidos, incluindo as promessas de vida religiosa. A palavra «família» é, então, capaz de incluir muitos padrões e dimensões de vida diferentes e alguns trazem-lhes a experiência de tristeza e de fracasso.

 

Falando após a Missa, o cardeal elogiou os LGBT+ Catholics Westminster como um sinal importante de acolhimento e inclusão no seio da diocese de Westminster, não somente enquanto pessoas que são acolhidas, mas como comunidade identificável que está em casa no seio da Igreja.

 

Durante uma receção após a Missa, o cardeal Vincent confraternizou calorosamente com vários paroquianos e membros da congregação, incluindo alguns refugiados LGBT e pessoas que procuram asilo e que são apoiados pelo conselho pastoral LGBT+ Catholics Westminster.

 

Fonte: Independent Catholic News