Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

RUMOS NOVOS - Católicas e Católicos LGBTQ (Portugal)

Somos católic@s LGBTQ que sentiram a necessidade de juntos fazerem comunhão, partilhando o trabalho e as reflexões das Sagradas Escrituras, caminhando em comunidade à descoberta de Deus revelado a tod@s por Jesus Cristo.

Orgulho e silêncio

Orgulho e Silêncio

 

Sim, sou gay, sou cristão, participo numa comunidade de jovens e espero poder viver uma vida evangélica. Seguramente tu, jovem - ou menos jovem - que te encontras a ler isto estarás a pensar que não há nada de extraordinário nisto. De facto, durante estes dias te estás a perguntar se será necessária tanta celebração-manifestação, ano após ano, nesta data. Para mim, que nasci numa geração onde a homossexualidade é geralmente aceite, às vezes também esqueço das razões. Contudo, aqui estão... muitas são pessoais e dizem muito sobre a minha vida:

 

- Martin tem tiques, por isso, de vez em quando, há alguém que lhe grita na rua: «bicha».

 

- Vicente fica sempre calado no trabalho quando falam de casais, tem medo de não subir na carreira se perceberem que é gay.

 

- Rosa e Ana são as catequistas mais jovens da sua paróquia. Muitos questionam-se que fariam sem a sua vitalidade. «Nada têm de especial», contudo... continuam sem se darem a mão.

 

- Juan queria ser religioso consagrado. Porém disseram-lhe que na sua vida quotidiana havia um excessivo compromisso com a comunidade LGBT.

 

- Os meus motivos: quando me disseram que formar uma família é excessivamente contracultural, que pense melhor em ser leigo comprometido na igreja. Quando julgam a tua afetividade como se esta fosse a de um adolescente, equilibrada, mas instável ou sem possibilidade de crescer e amadurecer. Quando olham somente para o sofrimento que pode estar presente ao se crescer como homossexual... etc. Enquanto houver motivos de discriminação em qualquer lugar do planeta, é preciso que nos manifestemos. O colorido, os disfarces e as plumas mais não são do que parte de uma linguagem de alegria de quem quer amar sem obstáculos, de quem quer crescer sem limites, de quem quer viver uma liberdade profunda.

 

As manifestações de alegria e orgulho continuarão para que, um dia, eu possa assinar este artigo, sem nenhum medo.

 

Mais um cristão homossexual.

 

Fonte: PastoralSJ

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.