Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

RUMOS NOVOS - Católicas e Católicos LGBT (Portugal)

Somos católic@s LGBT que sentiram a necessidade de juntos fazerem comunhão, partilhando o trabalho e as reflexões das Sagradas Escrituras, caminhando em comunidade à descoberta de Deus revelado a tod@s por Jesus Cristo.

Vaticano recebe representantes de organizações LGBT

lgbt.jpg

Um representante do Vaticano recebeu, no passado dia 5 de abril, pela primeira vez na história, um grupo de 50 representantes de organizações LGBT.

 

Estes representantes faziam parte da delegação do Instituto Interamericano de Direitos Humanos (IIDH), que entregou ao cardeal Pietro Parolin, secretário de Estado do Vaticano, um documento sobre «a criminalização das relações sexuais entre pessoas do mesmo sexo».

 

De acordo com o referido pelo diretor do Gabinete de Imprensa do Vaticano, Alessandro Gisotti, o cardeal Parolin «agradeceu a apresentação do relatório», bem como «as palavras das pessoas que intervieram», assegurando que «informará o Santo Padre sobre o conteúdo do mesmo». Ainda assim, o purpurado assegurou aos presentes que a postura da igreja católica é sempre «em defesa da dignidade de toda a pessoa humana e contra todo o tipo de violência».

 

 

«Evitar toda a violência»

Por outro lado, Parolin sublinhou que o Catecismo regista a necessidade de «evitar toda a forma de violência contra todas as pessoas», pelo que assegurou que as questões apresentadas serão tidas em conta pela igreja.

 

Um dos pontos essenciais apresentados pelas organizações LGBT e pelo IIDH foi a necessidade de que o Vaticano «clarifique», através de uma declaração pública, a sua postura perante a homossexualidade, para além de que «seria conveniente um chamamento a partir de Roma» para alcançar a «descriminalização» da mesma.

 

Fonte: Vida Nueva